História: Cerimônia de Iniciação Maçônica mais longa do mundo está em Oklahoma, nos E.U.A.

Em 27 de agosto de 1919, em Oklahoma, E.U.A. aconteceu uma Sessão Maçônica de Iniciação para 50 candidatos, onde durou cerca de 72 horas e foi dirigida por quatro turmas que se revezavam de seis em seis horas. Os candidatos foram iniciados um a um. Até então, é a cerimônia de ingressos na Ordem Maçônica mais extensa do mundo.

A Maçonaria nos Estados Unidos da América teve uma evolução diferente da Maçonaria Europeia. Para além das especificidades e idiossincrasias do grande país da América do Norte serem claramente diferentes da mentalidade europeia (esta conformada por uma história milenar, algo que os americanos, com paciência, também virão a ter: basta-lhes aguardar uns oitocentos anos).

A Maçonaria Americana não se desenvolveu confrontada, como sucedeu com a Maçonaria Europeia, com a existência, muito precocemente criada (no primeiro século da institucionalização da Maçonaria Especulativa), de dois ramos diferentes: a Maçonaria Regular, centrada no estilo britânico da Grande Loja Unida de Inglaterra, e a Maçonaria Liberal, oriunda das concepções que vieram a prevalecer no Grande Oriente de França e, a partir deste, para diversas Obediências Maçônicas Liberais, com significativa existência em diversos países europeus e na América do Sul.

Oklahoma é um estado situado no centro-oeste dos EUA cuja paisagem diversificada inclui as Grandes Planícies, colinas, lagos e florestas. Oklahoma City, a capital, abriga o National Cowboy and Western Heritage Museum, que reconhece a história pioneira do estado, e o bairro de entretenimento Bricktown, muito conhecido pela gastronomia e pela vida noturna. O comovente Oklahoma City National Memorial and Museum relembra o atentado de 1995.

Fonte: Instagram Curiosidades da Maçonaria e internet

Foto: Instagram Curiosidades da Maçonaria

Você também pode se interessar por