Capítulo Obreiros de Irajá realiza cerimônia de iniciação

O Capítulo Obreiros de Irarjá nº 249, na Zona Norte do Rio de Janeiro, promoveu no domingo, 14, nas dependências da A.R.L.S. Obreiros de Irajá nº 1068, a cerimônia de iniciação de mais um novo jovem com idade de 18 anos para a Ordem DeMolay. O novo Irmão, Yuri Martins, terá a partir de agora, uma nova visão sobre o mundo apresentada por essa Instituição e aprenderá sobre as principais virtudes que ela ensina que são: Amor Filial, Reverencias pelas Coisas Sagradas, Cortesia, Companheirismo, Fidelidade, Pureza e Patriotismo. Ele será incentivado a trilhar seu futuro seguindo esses preceitos, acreditando que são considerados por esta Instituição como diferenciais na vida de um líder e de um homem de bem, também como determinantes para seu destino.

“Foi uma sessão muito linda, visto que estamos levando conceitos e virtudes para os novos Irmãos para que eles possam melhorar ainda mais como cidadãos. Isso representa uma nova jornada na vida deles, agregando assim uma nova visão na vida deles e também para o nosso Capítulo”, menciona o Mestre Conselheiro, Irmão Renan Gonçalves Mesquita.

A cerimônia de Iniciação do Capítulo Obreiros de Irajá contou com a presença do Oficial Executivo Regional da Região Metropolitana 1 do Grande Capítulo do Estado do Rio de Janeiro, GCE/RJ, Irmão e Tio Marcio Schein juntamente com os Irmãos Mestre Conselheiro Estadual Adjunto desse estado, Irmão Felipe Martins e também do Mestre Conselheiro do Capítulo Louis Claude de Saint-Martin nº 814, Irmão Vitor dos Santos, além das demais autoridades maçônicas.

“A cerimônia de iniciação é sempre uma cerimônia muito linda e muito importante não só para os recém iniciados à Ordem DeMolay, mas também para os Irmão que já pertencem a essa instituição, pois serve para reforçar o nosso juramento e tudo o que foi ensinado para nós até hoje”, explica o Irmão Felipe Martins.

O Mestre Conselheiro do Capítulo Louis Claude de Saint-Martin nº 814, Irmão Vitor dos Santos, destaca que “estar presente nesta cerimônia de iniciação é um marco fundamental e recorda da importância da renovação juvenil, onde pensamos no futuro da Ordem DeMolay visando sempre forjar grandes homens para a sociedade”.

Foto cedida para divulgação

Você também pode se interessar por