DeMolay salva crianças de incêndio de grande proporção no Paraná

Imagina que você está de folga esperando seus amigos para tomar uma cerveja numa loja de conveniência, tomando todas as medidas necessárias contra a COVID 19, quando de repente, escuta-se um barulho parecido com tiros de revólver. O barulho foi tão grande que foi percebido a cerca de 300 metros do local de onde esta pessoa estava, mas na verdade, ao chegar na localidade, foi notado que era um incêndio de grande proporção e não tiros de armas de fogo. Foto do nosso herói no Instagram do @ParaMaconaria.

Esse episódio aconteceu na última quarta-feira, 1 de julho, no município de Martinhos, distante 110 km de Curitiba. Este incêndio de grande proporção, foi considerado, segundo os especialistas, o maior da história dessa cidade, atingindo uma loja de material de construção com dois andares, localizado no bairro Balneário Praia Grande, atingindo também três caminhões, uma empilhadeira e muito material. O segundo andar desta casa não foi atingido.

Apesar do incêndio ter sido de grande proporção, ninguém ficou ferido, graças ao ato heroico do Irmão Luiz Henrique de Carmargo, 20, membro do Capítulo Estrela do Oriente nº 755, onde ao perceber que havia duas crianças com idade aproximadamente entre 10 (menina) e 14 (menino) anos, no segundo andar desta casa, correu imediatamente para salva-las, percebendo que as chamas estavam se aproximando perto delas.

Para salvar as crianças, o Irmão Luiz Henrique de Camargo, com a ajuda de um outro amigo, que não é membro desta Instituição Juvenil, avistaram uma escada ao lado do imóvel, usando ela para quebrar a porta de vidro que estava embaixo da loja de material de construção para ter acesso ao andar de cima, a ação foi rápida.

A loja de material de construção fica no primeiro andar, onde suspeita-se, a princípio, de um curto circuito provocado na parte inferior do local. O nosso herói DeMolay salvou essas crianças num ato de desespero, pois estava muito difícil realizar o contato com o corpo de bombeiros devido as últimas fortes chuvas com ventos de até 120 km ocorrido recentemente nesse estado.

A população que estava perto deste incêndio também ajudou nesta ação até a chegada dos profissionais do corpo de bombeiros. As crianças já estão bem e em casa.

A loja de material de construção teve perda total, segundo fontes próximas. A casa, que fica no andar de cima, não foi afetada e todos os membros desta família passam bem, morando neste local.

Foto cedida para divulgação

Texto: Lucas de Azevedo – Jornalista

Você também pode se interessar por