Filantropia: por que é importante e por que Fazê-la foi tema de Live proferida pelo Irmão Gustavo Lessa, presidente da Comissão Nacional de Filantropia, gestão 2018

Ex-Secretário Estadual de Filantropia pelo Grande Conselho do Estado de São Paulo, (GCE-SP), nas gestões 2016/17, onde também foi Secretário Geral do Gabinete Nacional pelo antigo Supremo Conselho da Ordem DeMolay para o Brasil, (SCODB) em 2017; neste mesmo órgão, exerceu a presidência da Comissão Nacional de Filantropia em 2018, o Irmão Gustavo Lessa proferiu palestra online sobre o tema Filantropia: por que é importante? E por que Fazer? no dia 30 de maio, tendo como objetivo de mostrar que essa ação é o maior ato de amor ao próximo.

“A filantropia tem papel fundamental no desenvolvimento do jovem Demolay, uma vez que une todos os ensinamentos que foram adquirido de forma administrativa, com as diversas habilidades de gestão de tempo, pessoas, projeto, etc e que são aprimoradas no decorrer do processo, mostram a valorização da humanização e da importância com o próximo, trazendo experiências únicas, capazes de transformar conceitos e crenças auxiliando a quem precisa, tornando uma vivência e experiência unica”.

A organização dessa palestra foi realizada pelo Capítulo Cavaleiros do Parque, de Ribeirão Preto nº 715. O Irmão Gustavo Lessa é membro do Capítulo Aliança de Suzano nº 608, em Suzano também no interior de São Paulo.

No dicionário, o termo filantropia é definido como amor à humanidade e grande generosidade para com os outros seres humanos e está, portanto, ligada a um propósito maior que guia a ação das pessoas que a praticam.

Na prática, a filantropia é associada a organizações e pessoas que dedicam tempo e recursos em ações e projetos solidários e ou de grande relevância social. São ações que partem do sentimento filantropo, de amor à humanidade, e que oferecem ajuda a quem precisa, sem pedir nada em troca.

Ter sensibilidade para com o próximo é essencial para que vivamos em um mundo mais humano e receptivo. Atos de empatia e generosidade têm potencial de gerar um círculo virtuoso, benéfico não apenas para os necessitados, mas para a sociedade como um todo. A própria atitude de ajudar o próximo nos engrandece e traz uma sensação de propósito para nossas vidas, foi esse o principal objetivo dessa palestra realizada pelo Irmão Gustavo Lessa.

Foto cedida para divulgação

Você também pode se interessar por