Maçons Famosos: Alexander Fleming, ex-Venerável Mestre de duas Lojas Maçônicas

Alexander Fleming (Lochfield, 6 de agosto de 1881 — Londres, 11 de março de 1955), foi um biólogo, botânico, médico, microbiólogo e farmacologista britânico. Autor de diversos trabalhos sobre bacteriologia, imunologia e quimioterapia, notabilizou-se como o descobridor da proteína antimicrobiana lisozima, em 1923, e da penicilina, obtida a partir do fungo Penicillium notatum, em 1928, pela qual foi laureado Nobel de Fisiologia ou Medicina em 1945, juntamente com Howard Florey e Ernst Boris Chain.

Foi membro de várias Lojas inglesas e ex-Venerável Mestre das Lojas Maçônicas: Misericórdia nº 2386 (1935) e Santa Maria nº 1942 (1925). Foi Tesoureiro da Loja Misericórdia nº 2386, Grão-Primeiro-Vigilante da Grande Loja Unida da Inglaterra e Grão-Past Vigilante, etc. Foi Cavaleiro Kadosh.

Iniciou na Maçonaria em 1909 na Loja Maçônica Santa Maria nº 2682, Londres, Inglaterra. Idade: 28 anos. Faleceu aos 73 anos, vítima de infarto fulminante.

Os dois descobrimentos de Fleming ocorreram nos anos 20 e ainda que tenham sido acidentais demonstram a grande capacidade de observação e intuição deste médico britânico. O descobrimento da lisozima ocorreu depois que o muco de seu nariz, procedente de um espirro, caísse sobre uma placa de Petri onde cresciam colônias bacterianas. Alguns dias mais tarde notou que as bactérias haviam sido destruídas no local onde se havia depositado o fluido nasal.

Ele chegou à descoberta da penicilina e de suas propriedades antibióticas em 1928, ao observar uma cultura de bactérias do tipo estafilococo e o desenvolvimento do mofo a seu redor, onde as bactérias circulam livres.

Seu descobrimento da penicilina significou uma mudança drástica para a medicina moderna, iniciando a chamada “Era dos antibióticos”.

Fonte: https://famososmacons.blogspot.com/2019/02/alexander-fleming.html e Wikipédia

Você também pode se interessar por