Palavra do Grande Mestre Nacional do SCODB Guilherme Santos: Unificação da Ordem DeMolay Brasileira

O dia 8 de dezembro de 2019 tornou-se inevitavelmente uma data histórica, da observância obrigatória na vida de milhares de jovens, um daqueles episódios preciosos e que só podem ser vividos pouquíssimas vezes na vida de alguém. Nesse dia, a fraternidade venceu as diferenças, e a Ordem DeMolay Brasileira foi unificada.

Esse épico acontecimento não pertence a uma ou duas pessoas. Ele foi feito por inúmeros líderes que ao longo dos anos deram passos nesse sentido. Foi feito por centenas de pessoas que se envolveram na sua propagação. E, acima de tudo, por milhares que decidiram por esse caminho.

Com esse ato, concluiu-se também uma experiência inesquecível para mim. Afinal, servir como Grande Mestre Nacional do SCODB já seria por si só uma honra. Servir como Grande Mestre durante o ano em que a Ordem DeMolay celebrou 100 anos é uma honra maior ainda. Todavia, seguramente, liderar os meus Irmãos ao longo processo que culminou em um dos acontecimentos mais relevantes não só da história da Ordem DeMolay, mas do mundo maçônico brasileiro e mundial, sem dúvidas consolidou-se grandes como um dos grandes marcos da minha existência neste plano.

Foram longos e exaustivos meses de trabalho. Nesse tempo, milhares de jovens viajaram conosco para o íntimo do seu coração. Tivemos que vencer paixões e, muitas das vezes, submeter-se nossas vontades. Mas no fim, só uma coisa importa. Aliás, uma não ! Sete coisas: Amor Filial, Reverências pelas Coisas Sagradas, Cortesia, Companheirismo, Fidelidade, Pureza e o Patriotismo.

Sob a luz das Sete Virtudes Cardeais de um DeMolay, conseguimos chegar no coração pulsante da nossa organização e no sentido real de sua existência. Através da construção do diálogo e do entendimento conseguimos garantir que o novo Supremo Conselho DeMolay Brasil, a poderosa organização que nasceu da união do antigo SCODB e SCODRFB, fosse internacionalmente reconhecido como uma entidade soberana e que, seguramente, atuará para sempre neste país.

O resultado de todo esse esforço é principalmente a ausência de barreiras entre os Irmãos e o foco da organização onde ele deve estar. Fazer com que mais jovens brasileiros vivam com cada vez mais com qualidade essa experiência que os levará ao meio dia da vida como verdadeiros líderes e cidadãos de bem.

Obrigado a toda a equipe que atuou ao meu lado nessa missão. Obrigado a Maçonaria brasileira, que trabalhou unida por isso. Obrigado aos Irmãos liderados pelo Grande Mestre Edgley Lívio que seguirá esse trabalho. Obrigado ao Grande Mestre Internacional Jhon Whitaker e ao Grande Secretário Internacional John Greg Kimberling, pelo respeito com que trataram a nós e a nossa história. Obrigado a Frank Sherman Land, que fundou esta organização há cem anos e a Alberto Mansur, o incontestável herói que a trouxe para o Brasil há quase quarenta. Obrigado a Deus, por nos conceder serenidade e, acima de tudo, a cada DeMolay deste país pela sua confiança.

Foto cedida para divulgação

Você também pode se interessar por