Sênior DeMolay Pedro Vitor dos Santos, de PE, disputará o mundial de Jiu-Jitsu, neste mês em Fortaleza

Duas vezes campeão pernambucano (2012 e 2016), vice campeão mundial (2016), campeão norte nordeste (2015). Esses são alguns títulos importantes do atleta e Sênior DeMolay Pedro Vitor dos Santos, 22, membro do Capítulo Ademir Ferreira de Sá Leitão nº 420, em Cabo de Santo Agostinho, distante 40 km de Recife; proprietário do projeto social É Campeão, para jovens de ambos os sexos entre 12 e 21 anos, nas modalidades de Judô e Jiu-Jitsu, na comunidade Nova Descoberta, em Escada, cidade vizinha deste Capítulo, disputará nos dias 26 e 27 deste mês, o mundial desse esporte na categoria Faixa Roxa, Adulto Peso Médio. O vencedor terá o direito de disputar o campeonato europeu em janeiro do ano que vem.

A competição internacional vai ser realizada no ginásio Paulo Sarasate que pertence a prefeitura municipal. Nele funciona a Secretaria de Esporte e Lazer de Fortaleza, órgão responsável por sua administração. Possui capacidade atual total para 15.100 espectadores, sendo 7.308 lugares na arquibancada superior, 6.475 lugares nas cadeiras e 40 lugares reservados para PCD. Essa competição não terá a presença do público devido ao atual momento da pandemia do novo coronavírus.

Está sendo promovido pela Confederação de Lutas Profissionais (CBLP). Desde 2013, o Sênior DeMolay vem se destacando nesse esporte e, ao longo de sua carreira, já conquistou cerca de 23 títulos. Esse será o primeiro torneio de grande destaque após a volta do novo normal devido a pandemia do novo coronavírus.

O projeto social É Campeão atende cerca de 63 jovens carentes no município de Escada; os torneios que disputa, segundo ele, “servem de exemplo para meus alunos, motivando-os a competirem para terem experiências”.

Filiado a Confederação Brasileira de Jiu-Jítsu (CBJJ), esse esporte significa um estilo de vida para este Sênior DeMolay.

“Sempre fui sonhador, venho de família humilde, onde não tive um pai presente em minha vida, mas graças a Ordem DeMolay conheci vários maçons que os considero como pai para mim”.

Pedro Vitor dos Santos também pretende participar do brasileiro de Jiu-Jitsu com data ainda a ser divulgada pela CBJJ que será realizada no Arena Cel Wenceslau Malta, no Centro Desportivo de Deodoro (CDD), na Vila Militar, Zona Oeste do Rio de Janeiro, no final do ano.

A Arena é um espaço multiuso de padrão internacional e o conceito de hangar esportivo, com elegância condizente à grandiosidade de uma olimpíada, e grande vão livre (66,50m) capaz de abrigar diferentes modalidades esportivas, oferecendo dezenas de configurações para realização de eventos com público que pode variar entre 2000 e 7.000 mil pessoas.


As instalações atendem a todos os parâmetros e especificações técnicas exigidas pelas Federações Nacionais e já foi palco de eventos internacionais de Judô, Taekwondo e Jiu-Jitsu.

Foto cedida para divulgação

 

Você também pode se interessar por